(31) 2127-3005
SERVIÇOS
O alinhamento de rodas e direção, bem como o balanceamento de rodas, são dois itens fundamentais na manutenção dos veículos. Além de proporcionar economia para os motoristas, pois possibilita maior vida útil dos pneus, os cuidados são importantes para garantir a segurança dos passageiros. O serviço de alinhamento consiste na correção dos ângulos na suspensão em pivôs e terminais de direção, o que permite o ajuste das rodas para que o pneu tenha o mínimo atrito possível com o solo e um rodar livre no eixo de rotação. é recomendado testar o alinhamento de rodas a cada troca de pneus, quando apresentarem desgaste irregular na banda de rodagem ou desgaste prematuro, quando o veículo puxar a direção para um dos lados, e preventivamente a cada 10 mil quilômetros, por ocasião do rodízio que deve ser feito junto com o balanceamento. Desta forma, os pneus irão ter uma maior vida útil com maior quilometragem.
Já o balanceamento de rodas é a compensação feita para equilibrar o conjunto pneus e rodas com a aplicação de contrapesos de chumbo. O balanceamento deve ser feito toda vez que for desmontado o pneu da roda para conserto, na instalação de um pneu novo, no primeiro sinal de vibração no volante, quando haver desgaste irregular da banda de rodagem, e preventivamente a cada 10 mil quilômetros. "Essas medidas preventivas contribuem para tornar a viagem mais tranqüila e possibilitam maior economia para o motorista, pois aumenta a durabilidade dos pneus.
A vida útil do amortecedor é de aproximadamente 30 mil quilômetros, isso em condições normais, rodando na cidade e sem pegar buracos e valetas. é importante verificar o estado do equipamento quando o carro atinge essa quilometragem. Se estiverem vencidos, os amortecedores provocam desconforto, maior desgaste dos pneus e prejudicam a estabilidade. A troca deve ser antecipada em caso de utilização freqüente do veículo ou quando usado em condições adversas, como estradas esburacadas ou de terra.A receita caseira para checar se o amortecedor está em boas condições é balançar com força o carro para cima e para baixo e depois soltar. Empurre o carro para baixo com as mãos no capo (para as rodas dianteira) e na tampa do porta-malas (para as rodas traseiras). Se ele balançar uma única vez e parar, é sinal que os amortecedores estão em bom estado. Se ele balançar várias vezes é sinal de que o equipamento deve ser substituído. Amortecedores em mau estado diminuem o conforto, provocam o desgaste dos pneus e, principalmente, prejudicam a estabilidade do carro.
O sistema de freio do seu carro compõe-se de um conjunto acionador hidráulico(cilindro mestre)e outro mecânico (freio de mão).

No sistema hidráulico, ao pisar no pedal de freio, pressiona-se um líquido (fluido de freio) que por sua vez "empurra" pastilhas e lonas contra discos e tambores resultando em atrito, fazendo o carro reduzir sua velocidade.

A manutenção dos dois sistemas é de extrema importância para segurança de quem está no veículo e fora dele.

No painel existe uma lâmpada de aviso (normalmente um círculo entre parênteses) que, se estiver piscando ou acesa, indica provavelmente alguma falha no sistema.

Ruído de atrito de "ferro com ferro" ao se pisar no freio indica lonas ou pastilhas desgastadas. Troque-as de imediato.

Jamais desça ladeiras com o veiculo em ponto morto, pois o sistema de freio será muito exigido e é arriscado.

Se o freio de mão não consegue segurar o carro estacionado em declives acentuados é necessário uma verificação urgente do sistema.

Quando uma ou outra a roda trava com facilidade ao você pisar no freio significa que o sistema está desregulado , com vazamento, com cilindro travado ou necessitando ajuste.

Ao reduzir a velocidade mantenha o carro engrenado para aumentar a vida útil de pastilhas e lonas.

Pedal do freio "baixando" com freqüência significa possível defeito no cilindro mestre e perigo iminente.

Verifique a cada 5000 km. as condições das pastilhas. Caso estejam com espessura inferior a 2 mm. devem ser substituídas.

Os discos, se estiverem frisados e com espessura inferior ao recomendado também devem ser trocados.

O reservatório do fluido de freio deve ser mantido bem fechado.

Se você precisa completar o nível de fluido de freio constantemente significa vazamento no sistema e possibilidade de perda do freio do carro.

O fluido de freio é uma substância higroscópica (absorve água) e para sua segurança deve ser substituído a cada 12 meses ou em torno de 10.000 km.

Sistema de freio com problemas e necessitando reparo urgente quando você sente :

- O pedal do freio ir até o fundo, mesmo que somente algumas vezes.
- O carro ou pedal vibrar ao pisar no pedal de freio.
- O pedal do freio "chocho" quando é acionado.
- O carro "puxar" para algum lado quando freia.
- Ouve algum chiado ou ronco quando pisa no freio.
- O pedal de freio muito duro.


O óleo que circula pelo sistema de lubrificação do motor, serve para lubrificar as partes móveis e refrigerar o propulsor. Esses óleos são compostos por aditivos, antioxidantes, detergentes especiais, e possuem base mineral extraída do petróleo. A vida útil do óleo varia de acordo com sua composição, normalmente o fabricante do produto indica o tempo que deve ser usado. Passado o período recomendado para a troca do óleo, as propriedades de lubrificação e arrefecimento são perdidas, aumentando o atrito das partes móveis do motor ocasionando desgastes.
Rua Nogueira De Paiva , 37ª - Belo Horizonte - Minas Gerais - CEP: 30530-440
Telefones: (31) 2127-3005 e 2127-3004 - contato@karcity.com.br